POR QUE DEVEMOS IMPLANTAR UM PROGRAMA DE
PLANEJAMENTO FAMILIAR NO BRASIL?

1.º PORQUE a classe trabalhadora não pode continuar no eterno papel de fornecedora de mão-de-obra barata para o capitalismo nacional e internacional;

2.º PORQUE o pouco tempo e parcos recursos que boa parte das trabalhadoras e trabalhadores dispensam a uma prole cujo destino eles pouco podem alterar, seriam mais proveitosamente empregados em seu próprio aprimoramento material, físico, ideológico, etc;

3.º PORQUE garantir um contingente de consumidores em permanente crescimento, a fim de atender a necessidade de expansão do capitalismo nacional e internacional, não serve aos melhores interesses do nosso Partido e do nosso Povo;

4.º PORQUE este próprio consumismo capitalista, que se traduz, em última analise, na destruição da fauna e da flora terrestres, inclusive através da geração de toda a sorte de poluentes ambientais, tem se revelado o mais perigoso inimigo da Natureza, hoje seriamente agredida por “terra, mar e ar”;

5.º PORQUE a falta de condições educacionais adequadas, não oferecidas quer pela família quer pelo governo, ao invés de levar o jovem proletariado a uma postura de contestação social, o que tem feito freqüentemente é leva-lo à criminalidade, tornando-o um algoz de si próprio e de sua própria classe;

6.º PORQUE a existência de um vastíssimo exercito de desempregados e subempregados dificulta a manutenção das conquistas dos setores mais organizados e bem pagos da classe trabalhadora, chegando mesmo a dificultar a unidade de sua luta;

7.º PORQUE a redução do crescimento populacional ira representar, a curto prazo, uma menor pressão sobre os postos de saúde, creches, escolas e outros órgãos do governo, possibilitando melhorar a qualidade dos serviços por eles prestados;

8.º PORQUE o argumento de que o Brasil “é muito grande” não é válido quanto a esta questão, pois o Canadá é tão grande quanto o Brasil e tem uma população 7 vezes menor, a Australia tem quase o mesmo tamanho que o Brasil e uma população 9 vezes menor, alem de terem um padrão de vida bem superior ao nosso. A experiência internacional tem mostrado que crescimento populacional e prosperidade não marcham juntos.

9.º PORQUE aos povos que caem nas trapaças do neoliberalismo, como ocorreu com os povos da União Soviética e mais recentemente com os argentinos, em que uns poucos nadam em dinheiro enquanto a grande maioria da população mergulha na pobreza, não resta outro caminho. A criminalidade nos paises da ex-União Soviética não atingiu os níveis calamitosos que tem atingido no Brasil principalmente porque aqueles povos optaram espontaneamente pela mais drástica redução de natalidade de que se tem notícia na história da humanidade.

10.º PORQUE a política econômica promotora de desemprego e desestimuladora do crescimento iniciada por Collor e tão inexoravelmente continuada nos 2 mandatos de Fernando Henrique, combinada com as novas tecnologias supressoras de mão-de-obra do mundo atual, requerem um freio drástico no crescimento populacional, se não quisermos nos aprofundar mais na barbárie que já estamos vivendo.

Núcleo do PT de Vila Buarque
R. Teodoro Baima 28 - s/17 - CEP 01220-040 - S.P.
Tel. 3257-5684  -  e-mail: contato@ptvilabuarque.com.br